Figueira da Foz



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Coordenadas: 40° 07' N 08° 54' O
Figueira da Foz
brasão da Figueira da Foz bandeira da Figueira da Foz
PacosdoConcelho.jpg
Paços do Concelho durante as festas de São João
Localização de Figueira da Foz
Gentílico Figueirense
Área 379,05 km²
População 62 125 hab. (2011)
Densidade populacional 163,9  hab./km²
N.º de freguesias 14
Presidente da
câmara municipal
João Ataíde (PS)
Fundação do município
(ou foral)
1771
Região (NUTS II) Centro
Sub-região (NUTS III) Baixo Mondego
Distrito Coimbra
Antiga província Beira Litoral
Orago São Julião
Feriado municipal 24 de Junho (São João)
Código postal 3080/3090 Figueira da Foz
Sítio oficial Câmara Municipal
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

A Figueira da Foz é uma cidade portuguesa no Distrito de Coimbra, região Centro de Portugal, situada na foz do rio Mondego com o Oceano Atlântico.

 É a segunda maior cidade do distrito de Coimbra, com cerca de 28 000 habitantes. Sua praia muito famosa é conhecida como "Rainha das Praias de Portugal". Faz pouco tempo ainda o Cabo Mondego, no promontório Serra da Boa Viagem, nos arredores da Figueira da Foz, foi declarado Monumento Natural Nacional.

 O atual presidente da câmara João de Ataíde, seu Prefeito, pertence ao PS(Partido Socialista Português) e foi eleito nas Eleições autárquicas de Portugal de 2013. O Município possuí uma área de 379,05 km² e 62.125 habitantes, senso de (2011). Subdividido em 14 freguesias, o município é limitado a norte pelo município de Cantanhede, a leste por Montemor-o-Velho e Soure, a sul por Pombal e a oeste pelo Oceano Atlântico.

A Figueira da Foz fica, portanto, situada no litoral atlântico, junto à foz do Rio Mondego e estendendo-se até ao Cabo Mondego, candidato a Património Mundial por ser um lugar exemplar do jurássico.(Jurássico é o segundo período geológico da Era Mesozóica), de rara visibilidade. É um dos centros turísticos mais importantes de Portugal, juntamente com o Casino mais antigo de toda a Península Ibérica e único na região Centro, o Casino Figueira. A sua praça de touros também é famosa. Mas seu enorme potencial de areia, faz da praia da Figueira a praia urbana mais larga da Europa) com equipamentos lúdicos e desportivos e uma animada vida noturna. Ali perto, cerca de 10km da cidade, já no limite do concelho e próximo de Montemor-o-Velho, localiza-se o Sítio Classificado dos Montes de Santa Olaia e Ferrestelo com a estação de escavação mais importante do trabalho do arqueólogo figueirense Antônio dos Santos Rocha que ali encontrou  monumentos e objetos da Idade do Ferro. Neste monte encontra-se ainda a capela de Santa Eulália com vista deslumbrante sobre os arrozais do Mondego aos seus pés.
A maior parte dos veraneantes vêm do distrito de Coimbra, como Vila Nova de Poiares, Penacova, Lousã e das Beiras e  também da Espanha (Estremadura, Leão e Castela e da Comunidade de Madrid), sendo que alguns destes frequentadores  têm a Figueira da Foz como a sua segunda residência.

Nos últimos 20 anos houve um aumento de alojamentos familiares clássicos, tendo o censos de 2011 registado 43 999, em 25 204 edifícios de habitação familiar clássica. Cerca de 28,1% dos edifícios apresentam necessidades de reparação.
A população ativa reparte-se entre as várias atividades económicas da região, com destaque para a pesca, indústria vidreira, atividades ligadas ao turismo, construção naval, produção de celulose, indústria de sal, indústria química e a agricultura (produção de arroz em destaque).
O território concelhio é atravessado a meio pelo Rio Mondego e da sua rede hidrográfica fazem parte várias ribeiras e cinco lagoas (Salgueiros, Vela, Braças, Corvos e Leirosa). A regularização das margens do rio provocou sérias transformações na prática agrícola.

As freguesias

Freguesias do concelho da Figueira da Foz.
O concelho da Figueira da Foz está dividido em 14 freguesias (assinalam-se com asterisco as que integram a malha urbana da cidade):
  • Alhadas
  • Alqueidão
  • Bom Sucesso
  • Buarcos e São Julião (*)
  • Ferreira-a-Nova
  • Lavos
  • Maiorca
  • Marinha das Ondas
  • Moinhos da Gândara
  • Paião
  • Quiaios
  • São Pedro (*)
  • Tavarede (*)
  • Vila Verde (*)

História

Lugar de ocupação humana muito antiga, fez parte do reino suevo, e mais tarde viria a ser conquistada aos mouros aquando a conquista de Coimbra por Fernando Magno em 1064, integrando o Reino de Leão e consequentemente o Condado Portucalense.

A Figueira da Foz conheceu um grande crescimento no devido ao movimento do porto e ao desenvolvimento da indústria de construção naval e o seu maior período de progresso foi no final do Século XIX.
Foi elevada à categoria de vila em 1771. Continuou a crescer ao longo do século XIX devido à abertura de novas vias de comunicação e à afluência de veraneantes.Em 20 de Setembro de 1882, foi elevada à categoria de cidade. Nos finais do século XIX e início do século XX construiu-se o chamado Bairro Novo, de malha regular, onde se instalaram os hotéis, o casino, restaurantes, bares noturnos e alguma atividade comercial. Outro local onde a atividade comercial é evidente é na Rua da República, que liga a zona de entrada da cidade (via Estação dos caminhos-de-ferro) à zona mais central da cidade. Nos últimos tempos foram construídos supermercados e hipermercados na zona mais periférica da cidade. Devido às condições naturais e ao equipamento turístico, a Figueira da Foz impôs-se como estância balnear não apenas para a zona centro de Portugal, mas também para famílias abastadas alentejanas e espanholas. A Figueira da Foz é conhecida como a "Rainha das Praias de Portugal".
Foi a sul desta localidade que, no início do século XIX, desembarcaram as tropas inglesas comandadas por aquele que mais tarde seria Duque de Wellington que vieram ajudar Portugal na luta contra as Invasões Francesas. No final deste mesmo século, a Figueira da Foz era um dos principais portos portugueses envolvidos na pesca do bacalhau na Terra Nova
O Casino da Figueira da Foz foi inaugurado em 1884, sendo assim o casino mais antigo da Península Ibérica.

A Câmara Municipal da Figueira da Foz foi feita Comendadora da Ordem de Benemerência a 30 de Janeiro de 1928 e Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública a 31 de Dezembro de 1932.

Em 1982, ano em que se comemorou o Primeiro Centenário da Elevação a Cidade da Figueira da Foz, foi inaugurada a Ponte Edgar Cardoso, que veio substituir a ponte antiga (que não permitia que embarcações passassem sob si). A nova ponte, que rapidamente se transformou num ex-libris da cidade, é considerada uma das mais bonitas e imponentes do país. Foi, recentemente, alvo de profundas obras de remodelação. A 6 de Julho desse ano a Cidade da Figueira da Foz foi feita Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique e a 31 de Janeiro de 1986 a Câmara Municipal da Figueira da Foz foi feita 80.ª Sócia Honorária do Ginásio Clube Figueirense.

A Torre do Relógio (situada em frente à Esplanada Silva Guimarães é, igualmente, uma das referências da cidade, bem como o Forte de Santa Catarina. Situa-se também nesta cidade o Palácio Sotto-Mayor, que marca história numa zona mais central da Figueira da Foz. O Parque das Abadias é um dos "pulmões" da cidade e um local de lazer, onde se realizam algumas provas de corta-mato e várias iniciativas com vista a proporcionar momentos agradáveis aos cidadãos do concelho. Este Parque atravessa a cidade ao meio, indo desde a zona norte da cidade até ao Jardim Municipal, que sofreu, recentemente, intervenções de remodelação.

O Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz teve a sua primeira edição em 1972, tendo sido realizado pela última vez em 2002.
Casino Oceano na
Figueira da Foz
CAE - Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz

Farol do Cabo Mondego



Torre do Relógio e Sweet Atlantic Hotel,
um dos edifícios mais altos (cerca de 75m)
na Figueira da Foz

Praça oito de Maio


Rua da República

https://2.bp.blogspot.com/-cStElfR_Nyo/Vc8Wu9YNn0I/AAAAAAAAi_Y/8p_l1QDs80o/s1600/Figueira%2Bda%2BFoz%2B10%2B-%2BPonte%2BEdgar%2BCardoso.jpg
Ponte Edgar Cardoso


População

Número de habitantes
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
32 953 35 071 39 857 43 032 46 044 44 775 49 590 52 792 56 862 57 631 53 099 58 559 61 555 62 601 62 125
(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)
Número de habitantes por Grupo Etário

1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 14 069 14 874 13 439 14 714 14 832 14 568 15 028 13 080 13 507 11 021 8 494 8 065
15-24 Anos 7 807 8 509 8 579 9 384 9 730 10 340 8 864 8 155 9 160 9 254 8 273 5 856
25-64 Anos 18 020 18 888 19 390 22 251 24 466 26 838 28 490 26 495 28 433 31 760 33 619 34 035
= ou > 65 Anos 2 592 2 877 2 863 3 471 3 946 4 429 5 249 5 795 7 459 9 520 12 215 14 169
> Id. desconh 12 104 215 100 72
(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população "de facto", ou seja, que estava presente no concelho à data em que os censos se realizaram. Daí que se registrem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

Património

  • Dólmen das Carniçosas

https://s3.amazonaws.com/gs-geo-images/ee6cfc8b-7f99-45b5-90ef-cb1f420ac098.jpg
Dólmen das Carniçosas
  • Torre de Redondos (restos) ou Castelo de Redondos
  • Fortaleza de Buarcos
  • Fortim dos Palheiros
  • Pelourinho de Buarcos
  • Pelourinho de Redondos
  • Farol do Cabo Mondego
  • Paço de Maiorca ou Paço dos Viscondes de Maiorca
  • Capela de Nossa Senhora de Ceiça
 Capela de Seiça está localizada no lugar de Seiça, freguesia de Paião, concelho de Figueira da Foz, construída no ano de 850 e reconstruída sucessivamente nos reinados de D. Afonso Henriques, D. Sancho I e em 1602, durante a governação castelhana. Situada num vale bastante encastrado, a cerca de 15 km do centro do concelho, numa localidade em desertificação (3 a 4 habitantes a tempo inteiro), a Capela de Seiça é visitada por gente local ou conhecedora da sua localização, apesar de ter sido catalogada como Imóvel de Interesse Público, desde 1970 e considerada um dos doze monumentos religioso de Portugal. De arquitetura única entre as construções sacras em Portugal, esta capela apresenta uma forma octogonal, de estilo barroco, cercada de uma colunada dórica, suportando um entablamento do qual sobressai o corpo da capela como se se tratasse de um andar superior em que cada fachada apresenta uma janela, num total de 8. Acede-se à capela por um caminho, rasgado a partir do Mosteiro de Santa Maria de Seiça,mandado erigir por D. Afonso Henriques frente à capela onde ele foi beneficiário e testemunha de um milagre. No seu interior estão dispostos telas do século XVIII que retratam os milagres fundadores da capela e do mosteiro, as paredes estão revestidas a azulejos da época de D. Maria e apresenta ainda uma representação peculiar da Virgem e do Menino, em calcário, data do século XIV. Até meados dos anos 80 podia-se verificar a devoção popular à Virgem e ao Menino na forma de ex-votos diversos (braços, pernas, corpos de cera, retábulos de madeira, fotografias, dedicatórias, placas) que, entretanto, foram retirados.
http://www.patrimoniocultural.pt/static/data/cache/62/03/6203740fd185e268a602203d957f5605.jpg
Capela de Nossa Senhora de Ceiça
  • Mosteiro de Santa Maria de Seiça
http://4.bp.blogspot.com/_oAVNSvLP7WE/TVGTiOTzzAI/AAAAAAAADDk/e0nAAvlBsBQ/s1600/Ruin%2527Art-34.jpg
Mosteiro de Santa Maria de Seiça
  • Pelourinho da Figueira da Foz
  • Hotel Mercure
  • Forte de Santa Catarina
P1080238 Castelo de Santa Catarina (Figueira da Foz).jpg
Forte de Santa Catarina: antigo farol.

  • Torre do Relógio (Figueira da Foz)
http://4.bp.blogspot.com/-QRWejhrSdeM/Uzheez7uj9I/AAAAAAAAAU0/3dB8j1zUwyE/s1600/2014-03-16+16.04.55.jpg
Torre do Relógio

Clima

Essa foto de Figueira da Foz é cortesia do TripAdvisor 
 A Figueira da Foz tem um clima mediterrânico do tipo Csb de acordo com a classificação climática de Köppen-Geiger. No Inverno as temperaturas variam entre os 7 °C e os 14 °C raramente descendo abaixo dos 0 °C, enquanto no Verão as temperaturas oscilam entre os 15 °C e os 25 °C podendo ultrapssar os 35 °C em vagas de calor. A temperatura média anual ronda os 15 °C enquanto a precipitação média anual é de cerca de 600 mm. A temperatura da água do mar varia entre os 14-15 °C em Janeiro e Fevereiro e entre os 18-19 °C em Agosto e Setembro. No Inverno o tempo tende a estar instável enquanto no Verão o tempo seco e soalheiro pode ser interrompido por dias nebulosos ou até mesmo de chuva. No Verão, e principalmente durante a tarde, final do dia e princípio da noite, o vento tende a soprar moderado (por vezes forte) de noroeste.

Dados climatológicos para Figueira da Foz
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima absoluta (°C) 22,0 24,0 26,5 30,0 32,6 37,0 39,5 36,4 33,0 36,0 29,2 23,2 39,5
Temperatura máxima média (°C) 13,6 14,0 16,6 18,4 19,0 21,4 22,5 22,9 22,4 20,1 17,4 14,4 18,5
Temperatura mínima média (°C) 6,6 7,0 9,6 11,0 12,7 14,7 15,4 15,4 15,0 12,8 10,2 7,8 11,5
Temperatura mínima absoluta (°C) -0,1 -3,0 0,4 0,8 7,0 10,2 7,0 5,0 4,0 2,0 2,0 0,0 -3,0
Precipitação (mm) 93,3 61,3 84,3 47,1 44,4 16,9 5,4 9,0 29,4 66,7 81,1 88,5 627,1
Fonte: INMG, Climatologia de 1931-1960

Cultura

  • Centro de Artes e Espetáculos
https://c1.staticflickr.com/3/2269/2316833378_7979e3f4ed_z.jpg?zz=1
Centro de Artes e Espetáculos
  • Museu Municipal Santos Rocha
http://blog.himobiliaria.com/wp-content/uploads/2013/10/Museu_Santos_Rocha.jpg
Museu Municipal Santos Rocha
  • Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás

Personalidades Ilustres

  • Afonso Cruz, escritor, ilustrador e músico.
  • António Augusto Esteves, jornalista e escritor, com o pseudónimo de Carlos Sombrio.
  • Raimundo Esteves, escritor
  • António dos Santos Rocha, arqueólogo.
  • António Duarte Silva,engenheiro e político (autarca e ministro de Portugal).
  • António Durães, ator e encenador.
  • Santos Manuel, ator
  • Ator Dias - Maiorca
  • Maurício Pinto - bibliófilo, investigador histórico e escritor
  • David de Sousa, violoncelista, maestro, compositor
  • Gonçalo Cadilhe, escritor e jornalista.
  • Gustavo Bastos, Escultor, desenhador e professor universitário.
  • Goltz de Carvalho, professor e arqueólogo
  • João C. Costa, militar e atleta olímpico na modalidade de Tiro - Pistola.
  • João César Monteiro, cineasta.
  • João de Barros, escritor, pedagogo e político.
  • João Gaspar Simões, escritor.
  • João Mário Grilo, cineasta.
  • Joaquim de Carvalho, escritor e professor universitário.
  • Jorge Pelicano, cineasta.
  • José Bento Pessoa, ciclista, primeiro recordista mundial Português.
  • Álvaro Dias - atleta ( salto em comprimento)
  • Manuel Fernandes Tomás, político e magistrado.
  • Rafael Afonso de Sousa, primeiro atleta olímpico figueirense na modalidade de Tiro - Quiaios
  • Baldaque da Silva, engenheiro autor de projetos portuários
  • Ticha Penicheiro, jogadora da WNBA.

Geminações

O concelho (município) da Figueira da Foz é geminado com as seguintes cidades:
  • Ucrânia Eupatória, Crimeia, Ucrânia
  • França Gradignan, Gironda, França
  • Moçambique Angoche, Nampula, Moçambique
  • Espanha Cidade Rodrigo, Castela e Leão, Espanha
  • Portugal Mortágua, Viseu, Portugal
  • Cabo Verde Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde

CONTINUE LENDO...



0 comentários:

Postar um comentário